É chamado de unha encravada aquelas unhas cujas bordas são introduzidas no interior do dedo, causando a inflamação e vermelhidão ao redor e muitas vezes até mesmo dor(muita dor). Também pode produzir uma infecção.

Para evitar esse problema, é fundamental conhecer as causas:

  • Usar sapato muito apertados, que comprimem os dedos dos pés, aumentando a pressão sobre os mesmos. Os sapatos de salto alto costumam cumprir com esta condição: acabamentos em pontas ou com uma ponteira muito estreita.
  • Às vezes um sapato muito largo também pode favorecer o que a unha se torna.
  • Cortar inadequadamente as unhas: deixando bordas arredondadas ou cortando demais.
  • Arrancar as unhas ao invés de cortá-las.
  • Alguma deformidade do pé ou dos dedos.
  • Ter as unhas curvada para baixo ou muito grossas ou grandes para o tamanho dos dedos.
  • Traumatismos com esmagamento do dedo.

O primeiro conselho para evitar a unha encravada passa necessariamente por ir a um podólogo para que analise os pés, detectando possíveis má formações, estudando a morfologia das unhas e perguntando sobre o tipo de calçado que se utiliza. Este profissional poderá indicar o tipo de sapato que deve ser usado e ensiná-lo a cortar corretamente as unhas para tentar evitar a unha encravada:

1) Calçado:

Aconselhamos um sapato aberto onde tenha circulação de ar e utilizar meias mais grossas quando isso não seja possível.

2) Manter os pés secos e limpos.

3) Como fazer as unhas

Cortar as unhas dos pés corretamente é a melhor maneira de evitar que alguma delas se encrave. E sempre deve ser feito com um cortador de unhas ou em todo o caso, com tesouras retas, não curvas. A melhor maneira de fazer isso é a seguinte:

Colocar o pé de molho em água quente para que as unhas se abrande.
Cortá-los de maneira reta. Se são arredondados, bordas laterais, estes podem crescer encurvadas para baixo e penetrar na pele.
Não pode cortá-las demais(não atinja o sabugo).

No caso de não conseguir ver corretamente ou se tiver dificuldades físicas que não lhe permitam chegar bem ao pé para cortar as unhas, é preferível que outra pessoa o faça ou consulte regularmente um profissional.

O cuidado das unhas e dos pés é especialmente importante para as pessoas diabéticas, já que existe o risco de uma das complicações mais perigosas o chamado pé diabético. Essas pessoas deveriam ser submetidos a exames periódicos dos pés.