Nos manter ativos pode ser uma das chaves para melhorar a má circulação das pernas, pois assim ajudamos tanto o sistema circulatório,como o sistema linfático.

As veias, varizes, o cansaço e a má circulação nas pernas são os problemas mais comuns em mulheres após os 40 anos. Neste artigo você verá a que se deve esta complicação e acima de tudo como prevenir e tratá-la.

O que saber ?

As extremidades inferiores é uma área de troca de líquidos. Trata-se do final do curso das veias e artérias e permitem o retorno do sangue para o coração. Neste processo intervêm os vasos sanguíneos, o sistema linfático, o plasma e as proteínas.

Portanto, quando falha, o líquido se acumula e não pode “voltar” ao lugar certo. Isso é muito comum, porque costumamos manter as pernas para baixo, seja quando estamos sentados ou de pé. A força da gravidade exerce pressão para os pés e provoca vários sintomas como:

  • Cansaço
  • Inchaço
  • Dormência
  • Varizes

Como reduzir a má circulação nas pernas

Mudar os hábitos cotidianos é fundamental para prevenir, tratar ou reduzir este problema. Pode ser um pouco complicado no começo, mas acabam conseguindo resultados positivos.

Preste atenção a estas dicas para melhorar a má circulação nas pernas:

1. Altera a postura

  • Se você trabalha em um escritório, levante-se de vez em quando, da mesa e caminha um pouco ao redor dele.
  • Você pode também colocar um banco ou uma lata de lixo para trás para levantar as pernas enquanto estiver em frente ao computador.
  • Se o seu emprego consiste de estar todo o dia de pé trata de sentar-se alguns minutos a cada hora ou a dar alguns passos.

Em viagens longas de avião ou trem emprega os pés e levante-se de seu assento, na medida do possível. Se você vai de carro, “paradas técnicas” cada uma ou duas horas.

2. Realizar atividade física

Não é necessário que a rotina seja demasiado exigente. Umas caminhadas diárias, natação ou andar de bicicleta pode ser o suficiente.

  • O exercício físico suave e prolongado é fundamental para que tanto o sistema linfático como o circulatório entre em vigor.
  • Programa em sua agenda de 30 minutos de exercícios ao dia.

3. Beber líquidos

Uma boa forma de combater a má circulação nas pernas é consumir líquidos que permitam eliminar as toxinas através da urina.

  • É importante ingerir água, sucos naturais (frescos) e chás de ervas (por exemplo, de rabo de cavalo ou alecrim que são diuréticas) para alcançar este fim.
  • Evite o álcool, as bebidas e o café, porque têm o efeito contrário.
  • Não se esqueça dos 2 litros de líquidos por dia e aumentar para 3, se faz calor ou praticar esporte.

4. Elevar as pernas

Além disso, a técnica de colocar um banco para subir as pernas, enquanto trabalhamos podemos combater a má circulação repetindo esse método quando chegamos a casa.

  • Por exemplo, quando você senta no sofá para assistir televisão, pode apoiar os calcanhares no criado-mudo ou em uma cadeira.
  • Quando você vá para a cama dormir com os pés na cabeceira e apoia-se na parede por alguns minutos.
  • Para dormir, você pode colocar almofadas debaixo das pernas. A ideia é que as pernas fiquem mais altos que o coração.

5. Comer mais frutas e vegetais

Por conter muita água e nutrientes são perfeitas para levar uma dieta saudável, que reduz a retenção de líquidos e a má circulação nas pernas.

Quando a nossa alimentação está repleta de proteínas e gorduras, o sistema linfático está sobrecarregado e não trabalha como deveria.

  • Eliminar todos os alimentos que “engordam” o sangue e colapsam a troca de fluidos.
  • Na medida do possível, coma as frutas e legumes cruas e frescos.