As calorias não fornecem uma imagem correta sobre o que é uma dieta saudável. Em vez de concentrar-se apenas em números, os nutricionistas recomendam ter em conta outros aspectos relacionados com o valor nutricional dos alimentos e as bebidas consumidas. Estes são alguns conselhos simples que são projetados para cultivar bons hábitos alimentares. As calorias não fornecem uma imagem correta sobre o que é uma dieta saudável. De fato, se concentrar exclusivamente na contagem de calorias de um alimento é muito enganoso.

O problema mais óbvio com as calorias é que não dão informações é de verdade uma refeição ou uma bebida, um fator chamado de saciedade que é a chave para não comer de mais. Além disso, a contagem de calorias não revelam se a barra energética do lanche contém a mistura certa de proteínas e carboidratos para fazer exercício, ou se os cereais do pequeno-almoço contêm as vitaminas e minerais que são essenciais para uma pele saudável e um cabelo saudável.

Em vez de confiar apenas em uma figura, os nutricionistas recomendam ter em conta o valor nutricional completo do alimento ou bebida em questão, incluindo o conteúdo de proteínas, fibras e açúcares adicionados, assim como a quantidade de ingredientes que foram processados antes de entrar no organismo.

Esses são alguns conselhos simples que vai mudar sua forma de ver uma Dieta.

1) Comer mais vegetais, especialmente os de cor verde.

Dezenas de estudos científicos ligaram dietas ricas em vegetais, especialmente de cor verde, em melhores estados de saúde, incluindo perda de peso e a um menor risco de doenças crônicas. Vegetais, como o agrião, espinafre, cebolinha e couve ralada são muito bem considerados na lista de “superalimentos” do Centro de Controle e Prevenção de Doenças. Então, é uma questão de descobrir o que você mais gosta e iniciar a adicioná-los em seu prato.

Mas não se preocupe: a maioria dos estudos não apontam a necessidade de reduzir a carne, laticínios ou o peixe na dieta. De fato, os melhores resultados costumam estar relacionados com dietas que combinam altas quantidades de vegetais com fontes saudáveis de proteínas, as quais podem incluir frutos do mar, ovos e carne. Os planos nutricionais deste tipo incluem a popular dieta mediterrânea e a dieta MIND.

2) Substitua o refrigerante

Bebidas açucaradas, como refrigerante e os sucos de frutas pode constituir uma porção surpreendente de calorias que uma pessoa consome a cada dia, mas não lhe enchem-se da mesma forma que o fazem os alimentos sólidos.

Como parte de um estudo de oito anos de duração, que incluiu cerca de 50.000 mulheres, pesquisadores de Harvard acompanhou o que aconteceu quando a gente reduziu drasticamente o seu consumo de bebidas açucaradas ou quando começou a consumir mais. Não surpreende que os participantes que aumentaram seu consumo de bebidas açucaradas ganharam peso e aumentam o risco de desenvolver diabetes tipo 2. De fato, quanto mais bebidas doces consumidas, mais peso ganhavam e mais aumentava o risco de contrair uma doença.

Aqueles que reduziram o seu consumo, por outro lado, não tiveram resultados negativos. Então, da próxima vez que você quiser beber algo, experimente tomar água mineral ou chá sem açúcar. Até mesmo o refrigerante light seja a melhor opção. Cada vez que você escolhe uma dessas bebidas, em vez de uma adocicada, reduzirá entre 150 e 400 calorias.

3) Presta atenção às proteínas.

A proteína é um ingrediente-chave que ajuda a alimentar os nossos músculos e a nos sentirmos saciados. Também retarda a decomposição dos carboidratos em açúcar, o que atua como uma espécie de amortecedor contra quedas bruscas e os picos nos níveis de insulina. Por estas razões, há que certificar-se obter proteína suficiente em cada refeição.

Muitos norte-americanos cujas dietas baseiam-se na carne, na verdade, consomem muita proteína. Mas existem evidências de que as pessoas que tentam mudar para uma dieta baseada em plantas podem ter dificuldades para obter o que precisam. Para certificar-se de que o seu consumo de proteínas não está em declínio, é recomendável incluir alimentos para queimar gordura e emagrecer, como ovos, feijões, tofu, lentilha, peixe, produtos lácteos, refeições à base de legumes e grãos integrais.